História

A Sociedade Portuguesa de Alcoologia, nascida em 1986,resultou de um somatório de vontades, que o Dr. José António Alves de Carvalho Barrias e Maria Lucília Mercês de Mello, souberam corporizar.

As respostas a este grave problema de saúde pública, e diz-se grave porque apresenta uma prevalência de mais de 6% da população portuguesa de dependentes de álcool, limitavam-se a tratamentos de desintoxicação dentro dos hospitais psiquiátricos, pese embora o Centro de Recuperação de Alcoólicos de Coimbra e o Centro António Flores de Lisboa, já ultrapassassem os muros hospitalares e iniciavam a prevenção.

A Drª Lucília em Coimbra, a Drª Odília Castelão em Lisboa, o Dr Barrias no Porto no Grupo de Estudos sobre o Alcoolismo no Hospital Magalhães Lemos, o Dr. Pistachini Galvão na Casa de Saúde do Telhal-Lisboa, iam fazendo, não o que podiam mas muitas vezes o que não podiam em prol dos doentes e famílias dos alcoólicos.

A Sociedade Portuguesa de Alcoologia, surge como uma necessidade de congregar à sua volta médicos psiquiatras, clínicos gerais, gastrenterologistas, nutricionistas, psicólogos, assistentes sociais, enfermeiros, investigadores e outros profissionais, que pudessem estudar e partilhar conhecimentos, bem assim como publicar em revista própria e ainda participar noutras organizações congéneres internacionais.

Organizaram-se por todos país quase vinte Jornadas Nacionais de Alcoologia e cinco Congressos. Editou-se a revista. Fizeram-se dezenas de cursos de formação de Alcoologia. De parceria com Universidade realizaram –se Pós graduações em Alcoologia. A sociedade esteve presente nos fóruns nacionais e internacionais dos problemas ligados ao álcool.

O espírito da sociedade mantém-se fiel ao primeiro discurso da Dra. Lucília.


Presidentes 1986-2019

Dra. Lucília Mercês de Mello
Dr. José António Alves de Carvalho Barrias
Dr. Augusto Pinheiro Pinto
Dr. Rui Augusto Moreira
Dr. José Neves Cardoso
Dra. Fátima Ismail
Dr. Augusto Pinto